Próteses

Fixa, Removível e Total.

Prótese Fixa




 

 A prótese fixa é a restauração parcial ou total da coroa de um dente, quando se denomina prótese fixa unitária, ou a substituição de um ou mais dentes perdidos, quando se denomina prótese parcial fixa (ou ponte fixa).

O que é Prótese Parcial Fixa?



 

 A prótese parcial fixa é a restauração parcial ou total da coroa de um dente, quando se denomina prótese fixa unitária, ou a substituição de um ou mais dentes perdidos, quando se denomina prótese parcial fixa (ou ponte fixa).




 

Os dentes tratados endodonticamente (tratamento de canal) são normalmente mais frágeis devido a perda de estrutura dental, cáries, preparação cavitária e instrumentação do canal radicular, tornando-os mais vulneráveis a fraturas. O núcleo ou pino intracanal, como o próprio nome já diz, vai dentro da raiz do dente após realizado preparo. Ele serve para dar ancoragem e resistência à parte protética externa.




 

Ao ser fixada sobre os dentes do paciente, previamente preparados para recebê-la, reabilita-o para mastigar, falar ou sorrir. Recebe o nome de “fixa” porque não pode ser removida pelo paciente.

Por que fazer uma Prótese Parcial Fixa?


– Restaurar dentes muito comprometidos;
– Repor dentes perdidos;
– Melhorar a estética e o bem-estar;
– Devolver a função, a mastigação e o conforto;
– Restaurar dentes com tratamento de canal;
– Substituir uma grande restauração quando não restar muita estrutura do dente;
– Proteger um dente enfraquecido por fraturas;
– Restaurar um dente fraturado;
– Cobrir um dente descolorido ou deformado;
– Cobrir um dente que tenha sofrido um tratamento de canal;

Risco de não realizar o tratamento



 

A não colocação do núcleo e reposição dos dentes perdidos pode acarretar uma série de complicações, entre as quais:

– Modificação na mordida;
– Desconforto na articulação;
– Desequilíbrio dos dentes e articulações temporomandibulares;
– Problemas estéticos;
– Perda da autoestima;

Clique aqui,para voltar!

Prótese Removível




 

O seu principal objetivo é a reabilitação bucal, em todas as suas funções: estática, fonética e mastigação. Repõe ou restaura os dentes ausentes ou perdidos.

O que é Prótese Parcial Removível?



 

É uma armação metálica com dentes artificiais. Embora removível, ela é seguramente encaixada à boca por meio de grampos que enlaçam os dentes naturais adjacentes e, ainda, por meio do apoio da gengiva.




 

As próteses móveis podem ser definitivas e provisórias. Nas definitivas temos a presença de uma estrutura metálica com grampos e apoios e na prótese provisória temos a resina acrílica.

Por que devo utilizar uma Prótese Parcial Removível?



 

O seu principal objetivo é a reabilitação bucal, em todas as suas funções: estática, fonética e mastigação. Repõe ou restaura os dentes ausentes ou perdidos.

Como será meu tratamento?



 

A confecção da prótese móvel parcial se inicia através da moldagem das arcadas dentárias. Tais modelos são montados em articuladores profissionais para a montagem dos dentes de maneira que respeite a oclusão (mordida) do paciente. Os dentes utilizados são feitos em resina acrílica especial.


 

Algumas sessões clínicas são necessárias para a confecção dessa prótese e envio dos moldes para o técnico em próteses dentárias (protético), para confecção da armação metálica. Após o recebimento da armação metálica, será realizada uma consulta para instalação e ajuste da armação metálica, para incluir os dentes definitivos e fazer os ajustes finais.


 

Após o recebimento da armação metálica, será realizada uma consulta para instalação e ajuste da armação metálica para incluir os dentes definitivos e fazer os ajustes finais. É importante ressaltar que a ponte móvel tem uma durabilidade curta e pode apresentar instabilidade, dessa forma a colocação da prótese definitiva é fundamental para o sucesso do tratamento.

Alguns cuidados após a instalação da Prótese Parcial Removível:

– O período de adaptação com a nova prótese é muito importante, você terá que reaprender a falar e se alimentar, evite alimentos muito duros ou carnes com muitas fibras;

– É importante que a prótese não lhe machuque. É comum ter que voltar ao dentista para realizar determinados ajustes;

– Quando fora da boca, guarde sua prótese num recipiente com água, ela foi feita para ficar em ambiente úmido, caso contrário ela poderá ressecar e quebrar facilmente;

– Higienize diariamente sua prótese com uma escova dental macia. Também é indicado massagear a gengiva e o céu da boca (palato) para promover a circulação sanguínea e remover placas bacterianas aderidas à mucosa.

Quais os riscos de eu não utilizar uma Prótese Parcial Removível?



 

A não reposição de dentes perdidos pode acarretar uma série de complicações, entre as quais:

– Modificação na mordida;
– Desconforto na articulação;
–Desequilíbrio dos dentes e articulações temporomandibulares;
– Problemas estáticos;
– Perda da autoestima;
– Problemas digestivos;

Clique aqui,para voltar!

Prótese Total




 

Próteses totais, popularmente conhecidas como dentaduras, são substitutos para os dentes ausentes que podem ser retiradas e recolocadas na boca.!

O que é Prótese Total?



 

Próteses totais, popularmente conhecidas como dentaduras, são substitutos para os dentes ausentes que podem ser retiradas e recolocadas na boca.




 

Embora leve algum tempo para que a pessoa consiga se habituar a utilizá-las, e embora nunca sejam exatamente iguais aos dentes naturais, atualmente elas oferecem uma aparência mais natural e maior conforto quando comparadas a aquelas de alguns anos atrás. No caso de próteses totais, uma base acrílica da cor da mucosa bucal se apoia sobre sua gengiva. A base da prótese superior cobre todo o palato (céu da boca), enquanto que a prótese inferior é confeccionada na forma de uma ferradura, a fim de permitir espaço livre para acomodar sua língua.




 

As próteses são feitas sob medida em laboratorio, a partir de moldes tirados de sua boca. O dentista irá determinar qual dos três tipos de próteses descritas abaixo é o melhor para você:




 

Prótese Total Definitiva: A prótese total convencional é colocada em sua boca depois que os dentes remanescentes foram extraídos e os tecidos cicatrizarem. A cicatrização pode demorar vários meses durante os quais você poderá ficar sem dentes.




 

Prótese Total Imediata: A prótese total imediata é instalada imediatamente após a extração dos dentes remanescentes. O dentista tira as medidas e faz as moldagens de seus ossos maxilares durante a consulta. A razão para isto é que o osso no qual os dentes estavam inseridos sofre uma mudança após a cicatrização, fazendo com que a prótese fique sem estabilidade.

Por que devo utilizar uma Prótese Total?



 

O seu principal objetivo é a reabilitação bucal, em todas as suas funções: estática, fonética e mastigação. Repõe ou restaura de forma indireta os dentes ausentes ou perdidos.

O que fazer para utilizar uma Prótese Total?



 

Sua confecção se inicia através da moldagem das arcadas dentárias. Tais modelos são montados em laboratório para a montagem dos dentes de maneira que respeite a oclusão (mordida) de cada paciente. Os dentes utilizados são feitos em resina acrílica especial.




 

É realizado o envio dos moldes para o técnico em próteses dentárias(protético). Depois de pronta a prótese, algumas consultas são necessárias para determinação da altura, tamanho e formato dos dentes, sendo sempre todas as etapas acompanhadas pelo dentista. O tempo de vida útil de uma prótese total não é eterna e, como todas as próteses dentárias, devem ser substituídas periodicamente. O tempo adequado para se trocar uma dentadura é de 5 a 7 anos (no máximo). Após esse período, além da quantidade de bactéria que passa a residir na prótese e a pressão contra a mucosa (gengiva e osso alveolar), pode existir perda óssea severa e até câncer bucal.

Quais os riscos de eu não utilizar uma Prótese Total?



 

A não reposição de dentes perdidos, utilizando uma dentadura, pode acarretar uma série de complicações, entre as quais:

– Modificação na mordida;
– Desconforto na articulação;
– Problemas estéticos;
– Perda da autoestima;
– Problemas digestivos;

Clique aqui,para voltar!